Criação de newsletter

(ramosinfo) #1

Como enviar e-mails de uma base de dados com o ScriptCase?

(Rodrigo Lins) #2

Bom Dia,

Para enviar email através do ScriptCase é necessário utilizar a macro sc_mail_send, onde existe vários parametros e configurações para colocar nele.

Você pode criar os emails do tipo texto ou html, irá depender do que você precisa e deseja implementar. Com relação a pegar informações da base de dados será necessário utilizar a macro sc_lookup e fazer o select que deseja retornar.


sc_mail_send (smtp, usr, pw, de, para, assunto, mensagem, tipo_mens, cópias, tp_cópias, porta, tp_conexao, anexos)

Esta macro tem por finalidade o envio de e-mail

smtp : Endereço do servidor SMTP (string ou variável contendo o Endereço do servidor SMTP ).

usr : Usuário do servidor SMTP (string ou variável contendo o Usuário do servidor SMTP ).

pw : Senha do servidor SMTP (string ou variável contendo a Senha do servidor SMTP ).

de : E-mail de origem (string ou variável contendo o E-mail de origem ).

para : Lista de e-mails que devem receber cópia da mensagem , podendo ser uma string ou variável contendo um ou mais e-mail’s, separados por “;”, ou uma variável contendo um array de e-mail’s.

assunto : Título da mensagem (string ou variável contendo o título da mensagem).

mensagem : Mensagem a ser enviada (string ou variável contendo a mensagem).

tipo_mens: Tipo do texto da mensagem a ser enviada, sendo: “T” para somente texto ou “H” para texto e/ou html.

cópias : Lista de e-mails que devem receber cópia da mensagem, podendo ser uma string ou variável contendo um ou mais e-mail’s, separados por “;”, ou uma variável contendo um array de e-mail’s.

tp_cópias : Tipo de cópias a serem enviadas: CCC para cópias visíveis e BCC para cópias ocultas. Se omitido, o Scriptcase assumirá o valor default: BCC

porta: Porta utilizada pelo servidor de e-mail. Se omitido, o Scriptcase assumirá os valores default: 25 para porta não segura e 465 para porta segura.

tp_conexao: Indicativo de conexão segura(criptografada) (S) ou não (N). Se omitido, o Scriptcase assumirá o valor default: N.
OBS: Para utilização de conexão segura, a extensão do PHP “php_openssl” deverá estar habilitada.

anexos: Lista de arquivos a serem anexados, podendo ser uma string ou variável contendo um ou mais endereços de arquivos, separados por “;”, ou uma variável contendo um array de endereços de arquivos.

Ex1:
sc_mail_send(‘smtp.meuserver.com.br’, ‘usr’, ‘pw’, ‘de@netmake.com.br’, ‘para@netmake.com.br’, ‘teste envio
de e-mail’, ‘mensagem’, ‘H’, ‘abc@cop.com.br;zxy@cop.com.br’, ‘H’, ‘’, ‘’, ‘c:/teste/arq.txt’);

Ex2: Utilizando variáveis como parâmetros e definindo a porta.

sc_mail_send([glo_smtp], [usuar], [glo_pw], {origem}, {destino}, {assunto}, {mensagem}, ‘T’, [glo_copias], ‘CCC’, ‘419’, ‘S’, {anexos});

Ex3: Servidor sem usuário e senha e opção de não enviar cópias e sem informação da porta.

sc_mail_send([glo_smtp], ‘’, ‘’, ‘de.netmake.com.br’, {destino}, {assunto}, {mensagem}, ‘H’, ‘’, ‘’, ‘’, ‘’, [glo_att]);

A quantidade de e-mail’s, efetivamente enviados, é disponibilizada através da variável especial “sc_mail_count”.

Caso ocorra erro no envio do e-mail, a variável especial “sc_mail_ok” retornará como “false” e a mensagem de erro estará disponível na variável especial “sc_mail_erro”.

Ex:
sc_mail_send([glo_smtp], ‘’, ‘’, ‘de@netmake.com.br’, {destino}, {assunto}, {mensagem}, ‘H’);

if ({sc_mail_ok})
{
echo “Enviados {sc_mail_count} e-mail com sucesso !!”;
}
else
{
sc_erro_mensagem({sc_mail_erro});
}


Espero ter ajudado.

Rodrigo Lins.